Comportamento

Picolé gourmet

Versões premium seduzem adultos ao se tornarem sobremesas sofisticadas

Picolé gourmet

chamada.jpg
INOVAÇÃO
Picolé com frutas e três tipos de caldas

Nada de boca lambuzada, dedos sujos ou pingos na camiseta. O picolé, sobremesa predileta de dez entre dez crianças, ganhou versões premium, um toque de refinamento e, assim, está seduzindo os adultos. Para conquistar paladares exigentes, a aposta são os ingredientes mais elaborados e de qualidade superior. “Itens como chocolate belga, castanha e avelã trazem sabores e texturas extras para ser degustados”, diz o chef Marcos Sodré, do restaurante carioca Sawasdee, que desconstruiu o picolé como sobremesa e criou outra ao acrescentar morangos e caldas de tangerina, manga e chocolate. “O gelado do sorvete vai muito bem com o frescor das frutas, é uma ótima opção para o verão.”

Há um ano no mercado, a Diletto é a marca mais forte neste nicho. Para produzir 12 sabores de picolé, como tiramisù e limão-siciliano, ela recorre a bases e aromas importadas de diversas regiões do mundo, como coco da Malásia e framboesa da Patagônia. Seus picolés gourmets são vendidos em mais de 300 endereços, entre restaurantes e empórios, além de fazer parte da carta do badalado Buffet Fasano. A Diletto quer vender o conceito de que é mais do que um simples picolé. “É uma sobremesa completa”, diz o proprietário Fábio Pinheiro. Para lançar o picolé, Leandro Scabin, outro sócio da marca, recorreu a reminiscências de infância. Passou dois anos na Itália desenvolvendo em laboratório a sua versão dos sorvetes artesanais de frutas frescas e neve de seu avô Vittorio Scabin, produzidos nos anos 30, no Vêneto.

A Frutos do Cerrado, por sua vez, utiliza as frutas típicas da região. São 22 sabores, como mangaba e murici. Criada em 1996, em Goiânia, possui 101 lojas no País. “Todos os nossos picolés são produzidos com frutas colhidas através do extrativismo”, explica o proprietário Ismael Almeida. Gigantes do segmento, a Kibon e a Nestlé também investem em linhas premium, confirmando a tendência. O picolé Magnum (Kibon), por exemplo, está em sobremesas requintadas em restaurantes do Rio de Janeiro, Florianópolis, Belo Horizonte e Salvador. É o sabor do verão com um toque de glamour.

img1.jpg
NOVO NICHO
Sabores como tiramisù e capuccino atraem os adultos