A semana

Pequenos Podres Poderes

O artista visual cubano Rodolfo Peraza foi preso em seu país. Acusação: ter consigo, de forma ilegal, equipamentos eletrônicos. Detalhe: ele trabalha com arte tecnológica, suas obras são respeitadas em todo o mundo e os equipamentos em seu ateliê são legais. O também artista plástico Laazaro Savedra foi quem divulgou a prisão do colega através de e-mails e blogs. O governo ditatorial cubano não teve  saída: ordenou a libertação de Peraza na terça-feira 19. Mais: todos os seus instrumentos de trabalho, que haviam sido confiscados, foram-lhe devolvidos. “Existem oportunistas que assumem supostas posições revolucionárias e se aproveitam das estruturas de poder para conseguir diferentes tipos de vantagens pessoais”, disse Savedra à ISTOÉ.