Em Cartaz

O amor, segundo Bruna Lombardi

Eles são bonitos, bem-casados, famosos e fazem filmes. Bruna Lombardi e Carlos Alberto Riccelli lançam mais um longa-metragem escrito, dirigido e interpretado por eles onde provam que também têm um humor a prova de idade

O amor, segundo Bruna Lombardi

Eles são bonitos, bem-casados, famosos e fazem filmes. Bruna Lombardi e Carlos Alberto Riccelli lançam mais um longa-metragem escrito, dirigido e interpretado por eles onde provam que também têm um humor a prova de idade. “Amor em Sampa” – escrito por ela, dirigido por ele e estrelado por ambos – vai na toada das séries americanas sobre relacionamentos na competitiva e estimulante vida na metrópole. Mesmo como centro gravitacional do projeto, o casal se cercou de grande elenco. Eduardo Moscóvis, Mia Mello, Mariana Lima e Rodrigo Lombardi dividem a cena dos casais que compõem a trama do longa-metragem que tem boas tiradas, sobretudo numa área que os protudores/atores/diretores conhecem bem, o meio artístico. Quando uma candidata a um papel concorrido tenta furar fila argumentando
que tem a vaga garantida porque sai com o diretor, ouve que talento ainda não é sexualmente transmissível. Mas pode ser herdado: divide a direção com o pai e as cenas com os dois Kim Riccelli, filho do casal.

CARTAZ-01-IE.jpg

+5 filmes com a atriz

Onde está a Felicidade?
Dirigido por Carlos Alberto Riccelli, longa de 2011 mostra o drama de uma mulher traída que se lança em uma jornada de auto-conhecimento

CARTAZ-02-IE.jpg

O Signo da Cidade
Filme de 2007 escrito e protagonizado pela atriz, que vive uma astróloga. Também dirigido por Riccelli

Brasília 18%
Drama de 2006 em torno do desaparecimento de uma economista em Brasília. De Nelson Pereira dos Santos

O Príncipe
Lançado em 2002, o filme de Ugo Giorgetti mostra um paulistano que vê o mundo de uma janela

A noite dos duros
Longa de 1978 de Adriando Stuart, com Antonio Fagundes e Marco Nanini no elenco