Gente

“Surreal”

Tim Burton se jogou na Sapucaí. "É a coisa mais surreal que eu já vi. Nada ultrapassa o surrealismo do Carnaval", disse

“Surreal”

Tim Burton se jogou na Sapucaí. “É a coisa mais surreal que eu já vi. Nada ultrapassa o surrealismo do Carnaval”, disse. Dali (sim, como um Salvador Dali), ele tirou a melhor impressão da primeira vinda ao Brasil. “É um país artístico. É senso comum dizer isso, mas é apaixonante. Estou feliz de estar aqui”. O cineasta quer conhecer José Mojica Marins, o Zé do Caixão. “Eu o assistia nos Estados Unidos. Era como uma alucinação, e o que me impressionava é que mostravam de dia na tevê”. Tão surreal quanto o Carnaval, só mesmo “o teste de Michelle Pfeiffer para a Mulher Gato”. Para o diretor de “Edward Mãos de Tesoura”, foi um dos momentos mais impressionantes que ele viu em uma atriz: “ Foi quando ela colocou um pássaro vivo na boca e ele saiu voando”. A cara dele…

GENTE-07-IE.jpg