A semana

R$ 500

é quanto custam 580 ml do ar que o empresário britânico Leo De Watts diz ser puro e coletado por ele próprio em diversas regiões da Inglaterra. Watts vende a sua “produção” para as poluídas cidades chinesas, entre elas Xangai e Pequim. Essa quantidade de ar, segundo o empresário, dá para duas inalações saudáveis. Ele colhe o ar por meio de um sistema de jarros acoplados a redes (do tipo utilizado para caçar borboletas) e registrou a sua atividade como “agricultura aérea”.