Edição nº2480 23.06 Ver edições anteriores

Uns comem pão, outros brioche

O governo de Dilma está fazendo sua parte no ajuste fiscal? Para se ter uma ideia da administração do dinheiro público, o Ministério da Defesa abriu licitação para comprar peixes e frutos mar

por Débora Bergamasco

O governo de Dilma está fazendo sua parte no ajuste fiscal? Para se ter uma ideia da administração do dinheiro público, o Ministério da Defesa abriu licitação para comprar peixes e frutos mar. A pasta comandada por Aldo Rebelo pretende gastar mais de R$ 650 mil. A lista de compras: 840 quilos de camarão rosa tamanho grande, 700 quilos de bacalhau do porto, 4,5 toneladas de filé de salmão, 120 quilos de polvos grandes e inteiros, 100 quilos de carne pura de siri, 120 quilos de anéis de lula, 120 quilos de mexilhão…

CONF-01-IE.jpg

Haja CPMF
A justificativa do ministro Aldo Rebelo, do Partido Comunista do Brasil, é de que as iguarias são necessárias para “fornecer alimentação de qualidade e diversificada para o efetivo de servidores civis e militares da administração central do Ministério da Defesa” em Brasília. E devem durar o ano todo.

Contra-ataque
As tropas de defesa da presidente Dilma e do vice-presidente Michel Temer no Tribunal Superior Eleitoral voltarão a pressionar para que a corte julgue as contas de campanha dos presidenciáveis derrotados em 2014 Aécio Neves (PSDB) e Marina Silva (PSB).

Contrapé
A mesma tropa acredita que pode vingar tese péssima a Eduardo Cunha e Renan Calheiros. A de que valha aos quatro ocupantes da linha sucessória presidencial a regra que vale à presidente: quando responde a processo, a autoridade é afastada do cargo na hora.

Charge_PT.jpg

Menino precioso
Mineradoras que financiaram campanha do deputado Leonardo Quintão (PMDB-MG) agora estão desesperadas porque ele perdeu a relatoria do código de mineração na Câmara. Algumas acham que seu substituto não cuidará com o mesmo carinho dos pleitos do setor.

Combinar com os russos
Tem gente no STF que vê um jeito de Lula ganhar sobrevida na política em meio a suspeitas de obter vantagens indecorosas: segurar um eventual processo até 2018 e aí ser eleito presidente da República. Assim não pagaria por crimes cometidos fora do mandato.

Palavra de ordem…
O comando da Polícia Federal decidiu reagir às críticas de que a atual gestão está recebendo por enxergar nelas algo articulado para desestabilizar operações como a Lava Jato, Zelotes e Acrônimo. Durante o Carnaval, agentes da PF divulgaram uma carta na qual falam de sucateamento da instituição.

…ou teoria conspiração?
Um grupo de delegados no Facebook também fez críticas ao comando da corporação que foi acusada até mesmo de ser responsável por tornar o agente Newton Ishii, o japonês da federal, um símbolo da PF. A estratégia sobre como será essa reação está sendo definida.

Olho de sogro
Logo que o pecuarista José Carlos Bumlai foi acusado pelo delator Fernando Baiano de ter passado R$ 2 milhões a uma nora do ex-presidente Lula sem mencionar qual delas, o presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto, chamou sua sobrinha Marlene de Araújo para uma conversa. Ela é casada com Sandro Luís, filho do meio do petista com dona Marisa. “Minha sobrinha, você pegou dinheiro do Bumlai?”, questionou Okamotto, segundo relatos. Ela teria respondido: “Não, tio. O senhor sabe como compramos o apartamento. O Lula ajudou.” O imóvel fica em Santo André, próximo a São Paulo, foi comprado em 2011.

A casa é sua
A exemplo das eleições de 2014, quando a Rede não tinha registro oficial junto ao TSE e Marina Silva disputou com “filiação simbólica” ao PSB, integrantes do PSOL e a própria Rede hoje oferecem espaço para eventuais candidatos municipais do recém-lançado RAiZ – Movimento Cidadanista. A futura sigla tem à frente a deputada federal Luiza Erundina.

Toma lá dá cá

Deputado Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA)

CONF-03-IE.jpg

ISTOÉ – Flora Gil declarou que não deixaria de votar no pré-candidato à prefeitura do Rio Pedro Paulo (PMDB-RJ) porque ele bateu na esposa (ela disse “Não tenho nada com isso, a mulher é dele”). O sr. se diz revoltado. Vai cobrar outros parlamentares?
Lima –
Discursarei no plenário. Eu e meus colegas nos engajamos naquele terrível episódio da atriz Taís Araújo, vítima de racismo. Mas agora ninguém diz nada só porque a Flora é mulher do Gilberto Gil, que é artista?  Cadê as parlamentares mulheres repudiando?

ISTOÉ – Só elas deveriam?
Falso –
Não, tanto que estou me manifestando. Mas quando nem as mulheres se sentem ofendidas é desanimador. Todos devem se indignar.

Rápidas
* Para o líder do PSD na Câmara, Rogério Rosso (DF), a 1ª derrota do governo este ano, aumento de impostos para os mais ricos, não foi uma debandada da base, “mas sinal de que dificilmente se aprovará qualquer aumento tributário”.

* Todos os ministros, a presidente Dilma e o vice Temer visitarão capitais brasileiras neste fim de semana em ação contra o mosquito Aedes aegypti. Para que na volta não apelem à licença saúde, muitos foram aconselhados a levar repelente.

* Gente do gabinete da Dilma Rousseff está apavorada com o conteúdo da delação dos executivos da Andrade Gutierrez. Tanto que anda sondando jornalistas que cobrem a Lava Jato para tentar descobrir algum detalhe sobre o que está por vir.

* A empreiteira Andrade Gutierrez, encrencada no escândalo do petrolão, foi a empresa que em 1957 construiu a estrada que liga São Paulo à capital mais temida por quem tem culpa no cartório, Curitiba. Pavimentaram o caminho para a Lava Jato.

Retrato falado
O Ministério Público Federal comemora. Em sete meses de coleta, faltam apenas 124 mil assinaturas para chegar a 1,5 milhão de adesões necessárias para transformar em projeto de lei o texto Dez Medidas Contra a Corrupção. A Lei da Ficha Limpa levou três anos. O sudeste foi o que mais aderiu, 32,9% das rubricas. O procurador Deltan Dellagnol, da Lava Jato, explicou que mesmo após atingir a meta, o recebimento continuará. Mas terá nova etapa: sensibilizar parlamentares.

CONF-02-IE.jpg

Escolhendo crises
Claro que ninguém quer epidemia de zika e seus efeitos catastróficos. Mas no Palácio do Planalto avalia-se que a presidente Dilma quando chama este tema para si tem chance de, se tudo correr bem, apresentar-se como estadista. E mais, com um discurso que prega a união dos brasileiros… contra o mosquito. Deixando de lado negativa agenda política.

CONF-04-IE.jpg

Gente por demais
Na preparação para a ofensiva do governo contra o zika neste fim de semana, a ideia era que cada ministro fosse para uma capital, mas a conta não fechava: 30 ministros para 27 unidades federativas. Criaram então “cidades importantes”, como Osasco e Santos para serem visitadas.

Colaborou: Mel Bleil Gallo
Fotos: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil; Adriano Machado  


Mais posts

Ver mais

Copyright © 2017 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.