A semana

Colega mata colega por causa de bolinha de papel

Ceilândia é a cidade satélite de Brasília que apresenta um dos maiores índices de violência do País. Na semana passada, essa violência, mais do que nunca, chocou o Brasil e repercutiu na mídia internacional. Trata-se do assassinato de um estudante, por outro estudante, dentro da escola em que ambos estudavam. Já se viu, em São Paulo, amigo matar amigo porque um deles riu do espirro da namorada do outro. Dessa vez, em Ceilândia, a briga que culminou com um adolescente de 16 anos assassinando a golpes de canivete por seu colega teve origem na mais antiga brincadeira que acontece em salas de aula – arremessar bolinha de papel no companheiro. A vítima tinha 17 anos.