O Brasil que constrói

O Brasil que constrói: meio ambiente

Nesta terceira edição, como cinco empresas trabalham a sustentabilidade dentro de seus negócios, que se expandem para programas transformadores

O Brasil que constrói: meio ambiente

 CAPA-TEMA-3-DIN.jpg

Gerdau: a maior siderúrgica brasileira faz da sucata o seu grande negócio

Pão de Açúcar: varejista amplia seu programa de reciclagem para todas as suas marcas próprias

JBS: projeto em fazendas do Mato Grosso aumenta produtividade sustentável da criação de bovinos

Conheça as empresas que, mesmo com a crise, continuam investindo e estão transformando o Brasil:

A Olimpíada verde do Brasil
O primeiro bairro integralmente sustentável do Brasil está sendo erguido no Rio de Janeiro. O projeto da Odebrecht realizações imobiliárias e da carvalho hosken deve movimentar R$ 4,5 bilhões e abrigar 15 mil pessoas.

A rainha da sucata
A Gerdau, maior siderúrgica brasileira, tem turbinado seus projetos de reutilização de metais como matéria-prima. Bom para a empresa, ótimo para a economia e para o meio ambiente.

Quem anda em círculos vai mais longe
Grupo pão de açúcar expande programa de reciclagem de embalagens, que passa a englobar todas as marcas próprias da rede.

Em busca do boi verde
Para proteger a Amazônia da expansão desregrada da agricultura, JBS apoia projeto de sustentabilidade de fazendas em Alta Floresta, no Mato Grosso, que conseguiu reduzir o desmatamento e aumentar a produtividade dos pecuaristas.

A cozinha eficiente
Programa de descarte consciente de óleo vegetal da bunge evitou que 11,4 bilhões de litros de água potável fossem comprometidos no ano passado. Em troca, foram produzidos sabão biodegradável e biodisel.