A semana

CONDENAÇÃO NO MAIS LONGO JÚRI DA JUSTIÇA FEDERAL

Naquele que foi o mais longo júri da história da Justiça Federal no Brasil, o ex-delegado Carlos Leonel da Silva Cruz (foto) foi condenado a 27 anos de prisão – o julgamento demorou dez dias e terminou na quarta-feira 26. Ele foi o mandante do assassinato de seu colega, o então delegado corregedor Alcioni Serafim de Santana, que investigava chantagens praticadas por Cruz. O crime ocorreu em São Paulo, em 1998. Santana foi morto ao sair de sua casa.