A semana

A brasileira que nasceu pela segunda vez na Austrália

A brasileira que nasceu pela segunda vez na Austrália

A brasileira Marcia Mikhael nasceu de novo na Austrália. Após 16 horas de pânico, tortura psicológica e com 140 estilhaços de balas e de explosivos nas pernas, ela sobreviveu à loucura do iraniano Man Faromn Harris que a tomou como refém num café na cidade de Sydney – juntamente com Marcia e sob a mira da arma de Harris havia outras 16 pessoas, e duas delas foram assassinadas. Seguindo as ordens de seu algoz, Marcia teve de falar ao telefone com uma rede de televisão repassando aquilo que o sequestrador exigia, sobretudo uma bandeira do grupo radical Estado Islâmico – pouco depois ele foi morto pela polícia. Na quarta-feira 17, dois dias após o sequestro, a brasileira, fisiculturista e gerente de tecnologia da informação, submeteu-se a uma cirurgia nas pernas e agradeceu a todos que torceram por ela aqui no Brasil, onde nasceu em Goiás.