A semana

Maluf ganhou mandato, mas perdeu a presidência do PP

Maluf ganhou mandato, mas perdeu a presidência do PP

A quarta-feira 17 deu uma derrota e uma vitória ao deputado federal Paulo Maluf.

A DERROTA: ele perdeu a presidência do PP em São Paulo – o novo presidente do diretório estadual do partido é agora o também deputado federal Guilherme Mussi. Maluf estava com a imagem desgastada devido às constantes acusações de improbidade administrativa, e isso era um dos grandes empecilhos para que o PP ganhasse correligionários “Um partido político não pode gravitar em torno de uma pessoa, tem de gravitar em torno de ideias e de seus quadros”, disse Mussi à ISTOÉ.

A VITÓRIA: o mesmo TSE que em setembro, com base na Lei da Ficha Limpa, barrara a candidatura de Maluf à reeleição a deputado federal, voltou atrás e decidiu autorizar a sua posse no ano que vem. O TSE agora entendeu que ele não pode ser punido pela Lei da Ficha Limpa porque a sua condenação anterior é por improbidade administrativa culposa (sem intenção) e não dolosa (intencional).