A semana

O herói é assassino

O herói é assassino

O atleta Oscar Pistorius fez história em 2012 ao se tornar o primeiro biamputado a disputar uma Olimpíada. Foi com muita dificuldade e determinação que conseguiu superar suas limitações físicas e se tornar um ídolo do esporte. Um ano depois da glória, porém, revelou-se um outro Pistorius. Em 14 de fevereiro de 2013, matou a tiros a sua namorada, a modelo Reeva Steenkamp. Na sexta-feira 12, o velocista foi considerado culpado e poderá ser condenado a até 15 anos de prisão por homicídio culposo, quando não há intenção de matar. A juíza Thokozile Masipa, do Tribunal Superior de Pretória, na África do Sul, absolveu o atleta do crime de homicídio doloso, como era pedido pela promotoria, o que o livrou da pena mais dura da legislação sul-africana: a prisão perpétua. Pistorius sempre afirmou ter disparado por medo ao confundir a ex-namorada com um ladrão em sua casa.