A semana

Dívida de R$ 1 bilhão ameaça a usina de Santo Antônio

Nada está dando certo na construção em Rondônia da hidrelétrica de Santo Antônio. Parte das obras foi interrompida na semana passada e ao menos 200 funcionários, dos dez mil que trabalham no projeto, já foram demitidos. A Agência Nacional de Energia Elétrica irá punir o consórcio responsável pelo empreendimento, caso haja atraso ou paralisação – o contrato prevê que fique pronta até o final de 2015. A usina acumulou uma dívida de R$ 1,18 bilhão com a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica. Motivo: comprometeu-se a vender energia antes de sua conclusão e teve de buscar recursos no mercado de curto prazo.