A semana

PM é acusada de racismo em publicidade

PM é acusada de racismo em publicidade

O Ministério Público entrou com ação contra a Polícia Militar de São Paulo. Motivo: a PM fez cartazes com recomendações sobre a segurança dos cidadãos para serem afixados em ônibus da cidade paulista de Ribeirão Preto. Neles se vê uma mulher branca sendo espreitada por um homem negro, meio que escondido atrás de um poste. Para o MP a propaganda é preconceituosa na medida em que reforça o estereótipo de que negro é bandido.