Em Cartaz

Obra em perspectiva

Miguel Rio Branco costuma ser mais reconhecido pelas suas fotografias

Obra em perspectiva

Miguel Rio Branco costuma ser mais reconhecido pelas suas fotografias. Mas o artista, um dos seletos integrantes da Agência Magnum, passou para a pintura e para a escultura, tendo incorporado elementos dessa linguagem em seus retratos. A Pinacoteca do Estado reúne 40 trabalhos produzidos por ele desde o início de sua carreira, nos anos 1960; registra a transição da fotografia para outras linguagens, na década de 1980, e exibe ainda obras recentes, já miscigenadas. A instalação “Diálogos com Amaú”, 1983, marca a transição do artista da fotografia para a projeção. Outro destaque são as imagens de “Entre os Olhos o Deserto”, série produzida entre a fronteira dos Estados Unidos e o México, em 1998.

CARTAZ-04-IE-2326.jpg