A semana

Voto de Pobreza

Sem receber o salário desde novembro, o ­ex-diretor de recursos humanos do Senado João Carlos Zoghbi recorreu à assistência judiciária gratuita para se defender no processo em que é acusado de receber propinas na intermediação de empréstimos consignados na Casa. A amigos, ele jurou que não tem dinheiro para bancar um advogado.