A semana

Transporte de órgãos em primeiro lugar

O governo federal assinou um acordo com as principais companhias aéreas brasileiras para agilizar o transporte de órgãos que serão utilizados em transplantes. Agora os assentos desocupados nos voos comerciais serão destinados prioritariamente a essa função. Caso o avião esteja lotado, os passageiros serão consultados se cedem o seu lugar e aguardam o próximo voo. A expectativa do Ministério da Saúde é aumentar em 10% o número de órgãos transportados – sobretudo rins, fígado e coração.