A semana

Corremos o risco de ficar sem ele

Corremos o risco de ficar sem ele

Estudo do banco Morgan Stanley alerta que o mercado global de vinhos caminha rapidamente para a escassez. O motivo é elementar: há aumento de demanda e queda na produção – no ano passado, deixou-se de produzir cerca de 300 milhões de caixas. Respondem pela pesquisa os especialistas Tom Kierath e Crystal Wang. Eles apontam a instabilidade climática, a prática de “arrachage” (destruição de vinícolas para evitar achatamento de preços) e a entrada de novos países consumidores (sobretudo a China) como responsáveis pelo risco do negócio do vinho ir para o vinagre.