Mundo

Condenado, mas poderoso

Sentenciado à prisão por fraude fiscal, o ex-premiê italiano Silvio Berlusconi ainda é peça-chave no tabuleiro político do país

Condenado, mas poderoso

SEM RECURSO Berlusconi disse que a decisão foi -baseada

Relembre, em vídeo, outras polêmicas nas quais Berlusconi se envolveu:

IstoE_Belusconi_255.jpg

 

chamada.jpg
SEM RECURSO
Berlusconi disse que a decisão foi "baseada em nada"

Conhecido na mesma proporção por suas estripulias sexuais, seu império das comunicações e seu poder político, Silvio Berlusconi é agora também um criminoso condenado. Na quinta-feira 1º, o Supremo Tribunal da Itália sentenciou o ex-premiê a um ano de prisão por fraude fiscal. Senador e líder do Partido Povo da Liberdade (PDL), de centro-direita, Berlusconi nunca havia sido condenado em última instância em mais de 20 anos de batalhas judiciais públicas. Num vídeo divulgado logo após a sentença, ele disse que a decisão, da qual não pode mais recorrer, foi “baseada em nada”. Os juízes ainda decidirão sobre o período de cassação dos direitos políticos de Berlusconi. Por causa de sua idade, 76 anos, o magnata pode trocar as grades pela prisão domiciliar ou prestação de serviços comunitários, embora ele tenha dito anteriormente preferir a cadeia. Os políticos italianos agora se movimentam para que a condenação de Berlusconi não signifique o mesmo para a coalizão do governo. “Enquanto membros do PDL disseram que permanecerão no governo, o problema está mais ao lado do Partido Democrático (centro-esquerda)”, disse à ISTOÉ Silvia Francescon, chefe do escritório de Roma do European Council on Foreign Relations. “Como eles podem justificar uma coalizão na qual o líder de seus aliados foi condenado por um crime contra o Estado?”

IEpag82a84_Iner_Obama3.jpg

Foto: AFP PHOTO