A semana

Um novo tesouro no Oriente Médio

Um novo tesouro no Oriente Médio

Um pequeno e muito rico país no setor do petróleo no Golfo Pérsico quer reunir um tesouro também no campo das artes plásticas. O nome do país é Qatar e vem quebrando recordes mundiais de aquisições de obras de arte. Fechou a semana passada contabilizando US$ 1 bilhão investidos nos últimos 12 meses. Especialistas não têm dúvidas: o Qatar vai criar o maior museu de arte contemporânea de todo o planeta. Por “Os Jogadores de Baralho” (foto), obra clássica de Cézanne, foram pagos US$ 250 milhões.