Gente

Netos chegando

Com sorriso de orelha a orelha, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, aguarda para agosto a chegada dos netos gêmeos Enzo e Luca

Netos chegando

1.jpg

Com sorriso de orelha a orelha, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, aguarda para agosto a chegada dos netos gêmeos Enzo e Luca, de 2 anos, que vêm de mudança do México para São Paulo. Seu filho Geraldinho passou cinco anos fora e voltará com a mulher, a mexicana Karla Iturriaga, que nunca viveu no País, assim como os gêmeos. Não vão morar no Palácio dos Bandeirantes, residência do governador. “Estão procurando apartamento”, diz Alckmin.

Santo Agostinho
No domingo 14 de julho, dia da queda da Bastilha, Alckmin citou Santo Agostinho ao comentar o inferno astral dos políticos, em almoço na casa de João Doria Jr.: “Prefiro os que me criticam porque me corrigem do que os que me adulam porque me corrompem.” No domingo de calmaria em São Paulo, evitou criticar diretamente Dilma Rousseff (“Ela ainda tem mais um ano”) e elogiou a onda de protestos: “Isso tudo foi bom. Tem que trabalhar, né? O que preocupa hoje no Brasil é o quadro econômico.”