A semana

O explosivo açúcar do navio-mula

O explosivo açúcar do navio-mula

Os governos de Cuba e da Coreia do Norte acumulam contra si na ONU denúncias em que aparecem como protagonistas do tráfico de armas internacional. Ganharam mais uma na semana passada quando o Panamá deteve em suas águas territoriais uma embarcação coreana, que partira de Cuba, carregada de contêineres de açúcar. Essa mercadoria era somente fachada para o navio-mula que transportava clandestinamente 240 toneladas de armamentos, inclusive partes de mísseis. Uma missão da ONU inspecionará a carga. Cuba diz que as armas são herança obsoleta da extinta União Soviética.