Seu bolso

É hora de correr

Quanto você vai gastar e como começar a praticar corridas de rua, esporte que tem cinco milhões de adeptos no Brasil e movimenta mais de R$ 3 bilhões por ano

É hora de correr

Chamada.jpg

Os brasileiros nunca correram tanto. Estimativas indicam que o País possui de quatro milhões a seis milhões de corredores, entre profissionais, semiprofissionais e amadores. Atualmente, eles são responsáveis por fazer o setor faturar mais de R$ 3 bilhões por ano. “Os gastos podem ir desde um investimento inicial básico, com tênis, camiseta, calção e instrutor, até despesas mais altas, como suplementação, inscrição para competições e viagens para provas”, diz Edgard dos Santos, diretor-administrativo da Corpore Brasil, maior clube de corredores da América Latina. “O limite muitas vezes é o bolso mesmo.” Especialistas lembram, porém, que não dá para sair correndo por aí. Antes de iniciar a atividade, é preciso tomar alguns cuidados. “O primeiro passo é fazer uma avaliação clínica para conferir seu estado de saúde”, afirma o médico Milton Mizumoto, especializado na área esportiva. Outro ponto fundamental é procurar um instrutor formado em educação física para criar e orientar treinamentos adequados ao seu corpo.

IEpag92e93Bolso-1.jpg
2.jpg
3.jpg
4.jpg

Fontes: Edgard dos Santos, diretor administrativo da Corpore Brasil, e Milton Mizumoto, médico especializado em medicina esportiva