Editorial

ACM, Lula e Pepezinha

ACM, Lula e Pepezinha

ISTOÉ sente-se muito honrada em ter promovido, ao lado das Faculdades Trevisan e do Instituto da Cidadania, o seminário Caminhos do Desenvolvimento e Combate à Pobreza, que teve como epicentro o encontro entre o senador Antônio Carlos Magalhães, presidente do Congresso Nacional e grande cacique do PFL, e Luiz Inácio Lula da Silva, o petista detentor de 27,1% das intenções de voto para presidente da República, segundo pesquisa Brasmarket publicada na última edição de ISTOÉ. Idealizado, dois meses atrás, por Guido Mantega, economista, professor da Fundação Getúlio Vargas e assessor de Lula, o polêmico e aguardado embate aconteceu em São Paulo, na segunda-feira 18, precedido de críticas de variados matizes. De um lado dizia-se que ACM não aceitaria o convite e de outro que o convite nunca, sob hipótese nenhuma, deveria ter sido feito.

O encontro ocorreu na semana em que o dólar, continuando sua lenta e inexorável ascensão, aboletou-se ameaçadoramente no patamar dos R$ 2 e teve entre suas grandes qualidades o fato de concentrar os holofotes da mídia nacional na vergonhosa questão da pobreza e nas propostas para a sua solução vindas de dois líderes nacionais, que até então ninguém imaginava sentados juntos.

Mais uma vez ISTOÉ cumpre sua vocação pluralista e não-preconceituosa, abrindo suas páginas para proporcionar ao leitor a oportunidade de comparar o pensamento de personalidades antagônicas. Encartado nesta edição está o caderno especial, coordenado pelo editor Ramiro Alves, que traz o detalhamento das proposições lá apresentadas, os bastidores e os melhores momentos do seminário. Nele se ficará sabendo que, enquanto nos Estados Unidos 1% da população detém 26% da riqueza daquele país, aqui no Brasil os nossos felizes 1% detêm mais da metade da riqueza: espantosos 53%.
A propósito, na pág. 126 desta edição o leitor encontrará o interessante relato da subeditora Eliana Castro sobre a festa de aniversário de Pepezinha, a cachorrinha de estimação da simpática empresária carioca Vera Loyola.