Medicina & Bem-estar

Tintura neles!

Vaidade masculina impulsiona produtos para tingir cabelos

Creme hidratante, protetor solar e até depilação já fazem parte da rotina de beleza de muitos homens. Agora, é a vez de as tinturas de cabelos incrementarem esse arsenal. De olho na vaidade masculina, as empresas começam a desenvolver produtos específicos para colorir as madeixas dos homens. A última novidade é o Wella Viva Nature Tone Mousse, desenvolvido pela Wella. O produto, que deverá estar no mercado em novembro, promete cobrir os fios brancos do jeito que o homem gosta: com rapidez, praticidade e, principalmente, muita discrição. Isso porque ele é aplicado em casa, com a ajuda de uma escova num processo que dura cinco minutos. E os resultados vão aparecendo gradativamente, somente a partir do segundo dia da aplicação. Nada parecido com aquelas tinturas que alguns poucos homens se arriscam a usar e mudam radicalmente a cor, imprimindo um aspecto artificial aos fios. O efeito sutil e gradativo do Wella Viva é obtido graças a um pigmento especial de cor que vai reagindo pouco a pouco com o próprio oxigênio do ar. Por isso, a mudança não acontece no momento da aplicação, ao contrário das colorações tradicionais. O produto estará disponível em três opções de nuances: para cabelos pretos, castanhos naturais e loiros naturais.

O Wella Viva certamente seguirá o mesmo caminho de sucesso que está sendo trilhado pelo Feria homem, produzido pela L’Oreal. Lançada há apenas sete meses no Brasil, a tintura já é responsável por 30% das vendas totais do Feria, disponível também em cores destinadas às mulheres. Os tons masculinos do Feria são o preto, o loiro e o cobre. Também tudo muito discreto, como pedem os machões vaidosos. É o caso do maquiador Fernando Torquato, 32 anos. Ele experimentou o tom loiro do Feria e adorou o resultado. “Gosto de ficar com um visual moderno, mas que não fique parecendo uma alegoria”, diz. Torquato gostou tanto dos novos cabelos que incluiu até sessões de bronzeamento artificial para dourar a pele e completar o que chama de “visual Califórnia”. “Fica um ar de praia, de velejador. As mulheres também adoraram”, garante.