Em Cartaz

O disco que mudou o rock

Reinava o clima de paz e amor em 1967 quando o disco "Velvet Underground & Nico" (aquele que traz na capa uma banana feita em serigrafia por Andy Warhol) desembarcou nas lojas

O disco que mudou o rock

Ouça “All Tomorrow’s Parties”:

CARTAZ-ABRE-IE-2254.jpg

Reinava o clima de paz e amor em 1967 quando o disco “Velvet Underground & Nico” (aquele que traz na capa uma banana feita em serigrafia por Andy Warhol) desembarcou nas lojas. Revelando o lado escuro do sonho americano em canções como “I’m Waiting For the Man” e “Heroin”, o primeiro trabalho da banda de Lou Reed é considerado um dos mais influentes da música pop: sem ele não existiria o punk, a new wave e grande parte do rock de garagem dos dias de hoje. Para comemorar os 45 anos do seu lançamento, o álbum ganhou uma edição de luxo com um CD de gravações alternativas. Entre as raridades, aparecem três versões de “All Tomorrow’s Parties”, uma delas totalmente instrumental, sem os antológicos vocais da ex-modelo alemã Nico.

CD_velvet.jpg 

+5 seguidores do Velvet

CARTAZ-09-IE.jpg

REM
A banda de Michael Stipe (FOTO)regravou alguns clássicos do “Velvet Underground”, como “Femme Fatale” e “Pale Blue Eyes”

Sonic Youth
Esse grupo nova-iorquino desenvolveu um estilo de tocar guitarras baseado no som criado por Lou Reed e John Cale

The Smiths
Morrissey apontou o álbum “White Light/White Heat” como um dos discos que mais o influenciaram

The Strokes
“Is This It”, o primeiro CD desse quinteto, foi composto tendo em mente o álbum “Loaded”, do Velvet

Patti Smith
A cantora era obcecada pela turma capitaneada por Andy Warhol, núcleo de onde surgiu a banda de Lou Reed