Comportamento

Senhoras modelos

Quebrando a tradicional união entre moda e juventude, grifes apostam em mulheres maduras para estrelar desfiles e campanhas

Senhoras modelos

Conheça, em vídeo, essas mulheres que fazem bonito nas passarelas e nos estúdios :

2012_10_04_ED3_ISTOE_MODELO_IDOSAS_255.jpg

 

 

 

MODELOS-02-IE-2237.jpg
MADURAS
A modelo Carmen Dell’Orefice, desfila aos 81 anos

Aos 82 anos, a americana Jacqueline Murdock é um dos novos rostos da grife francesa Lanvin. Protagonista de uma das fotos da campanha de outono (no Hemisfério Norte) da luxuosa marca, ela estreou como modelo após ter atuado durante décadas como bailarina do Apollo Theater, em Nova York. “Sempre quis modelar, mas quando jovem não tive oportunidade”, disse Jacqueline para Alber Elbaz, diretor-criativo da maison. Elbaz descobriu a bela senhora no blog “Advanced Style”, dedicado a registrar o estilo de damas maduras que circulam bem-vestidas pelas ruas nova-iorquinas. São mulheres que, assim como Jackie, têm chamado a atenção da indústria fashion. Desde a última temporada, marcas de vanguarda e tradicionais têm apostado em modelos mais velhas como estrelas de desfiles e campanhas, quebrando a antiga união entre moda e juventude.

MODELOS-ABRE-IE.jpg
Jacqueline Murdock, 82, posa para a grife francesa Lanvin

Na mais recente edição da Semana de Moda de Nova York, realizada em setembro, a estilista Norisol Ferrari colocou na passarela modelos jovens e mais velhas, incluindo a bela Camen Dell’Orefice, de 81 anos. Com seus assumidos – e bem-cuidados – cabelos brancos, a modelo profissional também protagoniza a nova campanha da Delvaux, grife belga de bolsas de luxo. Já a marca American Apparel, idolatrada por jovens americanos descolados, escolheu uma senhora de 60 anos como sua garota-propaganda. A americana Jacky O’Shaughnessy, que ostenta longos cabelos acinzentados, nunca havia sido modelo e debutou no mundo fashion trajando looks modernos e ousados – há até uma foto dela usando apenas calcinha e sutiã.

MODELOS-3-IE.jpg
OUSADA
A americana Jacky O’Shaughnessy é a nova
garota-propaganda da moderna marca American Apparel

Aqui no Brasil, o estilista mineiro Ronaldo Fraga já havia identificado essa tendência em 2009. No desfile “Tudo é risco de giz” ele escolheu um casting composto por crianças e idosos. A partir de então, viu suas vendas para o segmento sênior crescer. “Hoje, cerca de 20% da minha clientela é composta por mulheres que passaram dos 60 anos”, diz Fraga. “É um perfil de consumidor fantástico, que consome cultura, entende as referências e já tem a vida estabelecida.” Para Fraga, o novo interesse da moda pelas mulheres maduras deve ganhar ainda mais fôlego no futuro. “Estamos envelhecendo de uma forma diferente dos nossos avós. Vivemos mais e com mais estilo.” 

Fotos: Neilson Barnard/Getty Images for Mercedes-Benz/AFP; divulgação