A semana

O rosto de Simón Bolívar

O rosto de Simón Bolívar

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, conseguiu dar rosto a um dos maiores heróis da América Latina por meio da tecnologia 3D, o pesquisador inglês Howard Takiff reconstituiu o máximo que pôde a face do líder Simón Bolívar (1783-1830), a partir de sua ossada exumada em 2010. Fica-se sabendo agora, por exemplo, que o herói que libertou parte do continente do domínio espanhol não era branco, mas sim, mestiço. Tinha os dentes marcados pela compulsão por mascar palitos de madeira, media 1,65m e suas pernas acabaram arqueadas por causa da montaria. Nada melhor para insuflar o populismo de Chávez do que essa imagem quase venezuelana de Bolívar, tanto que o presidente escolheu a terça-feira 24, data da celebração do 229o aniversário de nascimento do libertador, para divulgar o feito. O presidente também queria apagar da biografia de Bolívar as hipóteses de que ele morrera de diarreia ou tuberculose. Conseguiu. Takiff descarta essas doenças, e deixa inconclusiva a causa de sua morte.