Gente

“Minha madame morreu”

Durante o quadro "O que vi da vida" do "Fantástico", Luiza Brunet contou que trabalhou como empregada doméstica

“Minha madame morreu”

gente-06-ie.jpg

Durante o quadro “O que vi da vida” do “Fantástico”, Luiza Brunet contou que trabalhou como empregada doméstica logo que a família mudou para o Rio, aos 12 anos. “Só contei o trivial. A vida era dura, você não tem ideia”, disse à coluna.

Você tem contato com a família para a qual trabalhou?

Não mais. A minha madame morreu alguns anos depois que eu saí de lá.

Como ela era com você?

Ela se chamava Nena.
Era maravilhosa, muito gentil.