A semana

Ruído na comunicação

Certo de que interpretara o desejo da presidenta Dilma, o ministro Aloizio Mercadante fincou o pé em sua proposta para os professores universitários em greve. Ele quer valorizar o acesso, a titulação e a dedicação exclusiva. Suas colegas Gleisi Hoffmann e Miriam Belchior não concordaram. E a greve se alastra. Nesta segunda-feira 25, Dilma quer todo mundo na sua frente.