A semana

Não cabe um dedo, mas custa o olho da cara

Não cabe um dedo, mas custa o olho da cara

Tamanho não é documento e, neste caso, definitivamente não determina valores: uma réplica do Lambor­ghini Aventador vai a leilão em dezembro valendo 12 vezes mais que o carro original – que já é bastante conhecido por ser um dos mais caros da marca. Quem quiser o modelo feito de fibra de carbono, diamantes, ouro e platina vai ter que pagar mais de US$ 4 milhões ao dedicado engenheiro alemão Robert Gulpen, que dispensou mais de 500 horas para concluir a miniatura.