Em Cartaz

No barco da vida

Um bebê é abandonado na primeira classe de um navio e aí cresce sem jamais botar os pés em terra

No barco da vida

CARTAZ-06-IE.jpg

 

Um bebê é abandonado na primeira classe de um navio e aí cresce sem jamais botar os pés em terra. É dentro dessa “viagem” que acontece o monólogo “Novecentos”, com Isio Guelman. Ele narra esse conto do italiano Alessandro Baricco equilibrando poesia e tensão, e nenhum espectador consegue tirar os olhos do pequeno palco do Centro Cultural Midrash, no Rio de Janeiro, onde a peça está em cartaz até o fim do ano.