Edição nº2475 19.05 Ver edições anteriores

Vaga zero

Com investimento previsto de R$ 1 bilhão, em quatro anos, o Plano Nacional de Presídios será lançado este mês

Presídios
Vaga zero

BOE-01-IE.jpg

Com investimento previsto de R$ 1 bilhão, em quatro anos, o Plano Nacional de Presídios será lançado este mês. Uma das metas é zerar o déficit de vagas para mulheres (16 mil), financiando a construção de prisões femininas em alguns Estados, como São Paulo. A maioria das atuais 35 mil detentas foi condenada por ser mula do tráfico de drogas. Um presídio federal em Brasília integra o pacote.

Água
Custo Brasil

Acabou a moleza para quem usa o rio Doce, cujos 853 quilômetros vão de Minas Gerais ao Espírito Santo. A partir de 1º de outubro começa a cobrança pelo uso da água do manancial. O valor do metro cúbico varia de R$ 0,018 a R$ 0,022, dependendo da atividade do usuário. Responsável pela arrecadação, a Agência Nacional de Águas estima faturar R$ 18 milhões já em 2012, valor que praticamente dobrará até 2015. Para usos agropecuários haverá descontos aos usuários.

Minas e Energia
Estado assusta

Uma grande multinacional europeia sondou autoridades brasileiras, interessada em entrar no valioso mercado de GLP, o gás de cozinha. Mas recolheu as mangueiras no início das conversas. Pesou na decisão o excesso de regulação do setor e o temor de que a Petrobras acabe monopolizando o butim.

Corte mundial
Não quer

Termina na sexta-feira 16 a inscrição de candidatos à vaga de juiz no Tribunal Penal Internacional, sediado em Haia. O Brasil não indicou ninguém até aqui – chegou-se a pensar que iria sugerir a ex-ministra Ellen Gracie para a função. Da América Latina até agora estão no páreo um mexicano e um colombiano.
A eleição acontecerá em dois meses.

Judiciário
"Elle" sumiu?

BOE-02-IE.jpg

Figurando no rol das cortes de Justiça mais lentas do Brasil, a de Alagoas faz por merecer o título. Há três anos e quatro meses a 22ª Vara Cível de Maceió não “consegue” achar Fernando Collor para entregar uma citação em ação de execução de alimentos. A ex-mulher do senador, Rosane Malta, tem direito a R$ 250 mil, segundo sentença judicial de 2007.

Desarmamento
Aliás…

… por falar em Alagoas, o Estado mais violento do Brasil não aderiu ainda à Campanha do Desarmamento. O número de assassinatos lá,
este ano, acaba de superar o total de 2010. Na capital, a taxa bateu 107,1 homicídios para cada grupo de 100 mil habitantes (a média nacional está em 85,3). Também surpreende o fato de o Pará, onde a violência é grande, ter ficado de fora da campanha.

Medicina
Balança bebê

BOE-03-IE.jpg

No Estado do Rio de Janeiro, um projeto pioneiro faz sucesso entre as mamães.  Minirredes de tecido – similares àquelas de balanço nordestinas – foram instaladas em incubadoras com recém-nascidos. Assim, os prematuros (de baixo peso) ficam aconchegados no embalo, engordam rápido e diminuem o uso dos equipamentos de respiração. O Hospital das Clínicas de Niterói “importou” o modelo de uma maternidade da Paraíba.

Serviço público
Direto ao assunto

BOE_04_IE-2183.jpg

Sem meias palavras, para gente graúda do governo, Gabriel Wedy, presidente da Associação dos Juízes Federais, e Nelson Calandra, presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros, têm dito que se vier aumento de salário para servidores do Judiciário e do MP, e nada para a magistratura, os homens da toga farão sua primeira greve no Brasil. Segundo eles, hoje há secretários de cartórios com salário de R$ 25 mil, bem acima do que ganha um juiz.

Passaportes
De partida

BOE_05_IE-2183.jpg

De janeiro até a semana passada foram emitidos 1,41 milhão de passaportes no Brasil.
É recorde. Em relação a igual período do ano passado, houve um crescimento de 40%. Somente em agosto, a Polícia Federal expediu 207 mil documentos, número também inédito (alta de 33% sobre o mesmo mês de 2010). Chama a atenção nessa corrida não o desejo de ter o passaporte, como símbolo de status, mas o seu uso efetivo em viagens ao Exterior. Não à toa, os brasileiros são medalha de prata em gastos de turismo nos EUA.

Eleições
Política no sangue

Militante pelo Partido Comunista Brasileiro nos anos 40, Jorge Amado foi eleito deputado federal por São Paulo, mandato que exercia quando foi cassado. O escritor deixou herança na política.
O advogado Jorge Amado Neto vai disputar pela primeira vez uma vaga para vereador de Salvador, no ano que vem. Concorrerá pelo PP.

Anistia
Vítimas

No sábado 17 fará 40 anos que Carlos Lamarca morreu, fuzilado à sombra de árvores da caatinga por soldados do Exército. Vasta programação marcará a data. Mas na Justiça Federal nada de decisão em relação ao mérito da ação civil pública movida pelo Clube Militar, que paralisou o pagamento de pensão à viúva de Lamarca, Maria Pavan. O benefício foi concedido pela Comissão de Anistia em 2007.

Militares
Mais transparência

Autoridades sanitárias querem que o Ministério da Defesa reveja as condições dos treinamentos militares. As Forças Armadas em geral só admitem problemas com recrutas quando alguém põe a boca no trombone – ou morre. Isso dificulta ações de prevenção, dizem os infectologistas. Apenas em agosto, 65 aspirantes a fuzileiros navais foram internados no Rio de Janeiro, contaminados pelo vírus Influenza B.

Segurança no Trabalho
Fator externo
Somam 70 toneladas os produtos para a construção civil apreendidos este ano nos portos de Itajaí e Santos. Tudo sem padrão técnico e importado ilegalmente. Materiais piratas acabam por aumentar os índices de acidentes de trabalho no Brasil.

Copa 2014
Onde está

Pelo menos no campo da inteligência, a Copa de 2014 avançou. Acaba de ser fechado um acordo para interligar a base de dados da Interpol com a da Polícia Federal.
O sistema a ser implantado permitirá identificar o exato instante em que um foragido da polícia internacional comprar ingresso para uma partida do mundial – e quem sabe prendê-lo, na portaria do estádio.

Teatro
A realidade no palco

BOE_06_IE-2183.jpg

A ascensão da classe C brasileira será pela primeira vez encenada no Brasil. Estreia no sábado 10, no Rio de Janeiro, a peça “Abalou Bangu 2 – a Festa”. Os protagonistas Cristina Pereira e Paulo Goulart abordarão em trecho da comédia a viagem da faxineira da casa para a Paraíba, de avião, claro, para rever a família. Com a obra, o autor e diretor carioca Flávio Marinho completa 20 produções para o teatro, em 25 anos de carreira.


Mais posts

Ver mais