Cultura

O espetáculo do conhecimento

Com imagem perfeita, projeção gigantesca e narração de estrelas de Hollywood, os filmes científicos despertam o interesse de adolescentes e adultos sobre a natureza e assuntos espaciais

O espetáculo do conhecimento

Confira, em vídeo, trechos dos filmes:

FIlmesCientificos_site.jpg

 

 

img.jpg
CÂMARA SUBMARINA
“Um Mar de Aventuras” (foto) foi filmado no Pacífico Sul e tem narração de Jim Carrey

Houve um tempo em que as pessoas faltavam às aulas para ir ao cinema. Um novo filão está acabando com essa rebeldia e transformando as salas de exibição em uma extensão da escola. Em resposta ao interesse sempre renovado da população urbana pelos mistérios da vida animal em florestas ou profundezas abissais – e também pelos horizontes ampliados da astronomia – os filmes educativos e científicos estão conquistando cada vez mais espaço. Além do atrativo da qualidade técnica, que é multiplicada em razão do tamanho das telas e das projeções em 3D, essas novas produções trazem a chancela de astros consa­grados de Hollywood. Tom Cruise, Pierce Brosnan, Samuel L. Jackson e Jim Carrey são alguns dos atores que emprestaram recentemente suas vozes para esse tipo de aventura. Leonardo DiCaprio se mantém em cartaz no País com “Hubble 3D”, uma jornada entre as estrelas, proporcionada pelo telescópio mais potente do mundo e produzida graças a uma parceria entre a Nasa, a Warner Bross e a Imax.

A rede de cinemas americana é uma das que mais investem nesse gênero de filmes e com o projeto Educate with Imax emplacou no Brasil o maior sucesso nesse segmento, “Fundo do Mar 3D”. Com narração de Johnny Depp e Kate Winslet, o documentário levou mais de 30 mil espectadores aos cinemas. “São produções que atraem pelo tema e respondem a um interesse segmentado de quem gosta de mergulho, de viagens espaciais, de experiências ímpares, enfim”, diz Adhemar de Oliveira, diretor de programação do Espaço Unibanco, em São Paulo. De olho no mesmo filão, a Disney criou a Disney Nature, divisão especialmente focada nessa fatia de mercado e responsável por “Oceanos” e “Reino dos Felinos”, ambos em cartaz. O primeiro capta o mundo subaquático e, o segundo, com narração de Samuel L. Jackson, mostra onças e tigres habilmente captados em seu habitat natural no Quênia.

A projeção em alta definição e a magia proporcionada pela proximidade do assunto retratado estão colocando em segundo plano o tradicional passeio a aquários, zoológicos e planetários municipais. O fenômeno é mundial: nos EUA, por exemplo, a rede The Great Escape aposta no mesmo tipo de programação. Oliveira, que coordena ações com escolas, prepara para lançar outro título: “Born To Be Wild 3D”. Em comum com as aulas, os filmes têm duração especial: 50 minutos, o tempo médio de uma bela explanação.

img1.jpg