Seu bolso

Reforço na previdência

De olho na aposentadoria e na segurança dos filhos, os brasileiros aumentam as aplicações em planos privados

Reforço na previdência

O desejo de aumentar a aposentadoria ou garantir uma gorda poupança para os filhos levou mais brasileiros a investir em opções de longo prazo. No primeiro semestre deste ano, o setor de previdência privada cresceu 25,6% e atingiu R$ 24,9 bilhões de novos depósitos, de acordo com a Federação Nacional de Previdência Privada e Vida (Fenaprevi). Dados da BrasilPrev, uma das líderes do setor, mostram que, em 2018, a indústria brasileira de previdência privada somará mais de R$ 1 trilhão em ativos. “As pessoas já começam a observar quanto é vital poupar”, diz Vinícius Brandi, professor de economia do Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais (Ibmec). “Com o crescimento do endividamento, elas percebem a importância do planejamento financeiro.” O superintendente comercial da BrasilPrev, Mauro Guadagnoli diz que a previdência privada é uma boa alternativa para todos que querem investir por mais de dez anos. “Depois desse período, as vantagens tributárias são imbatíveis”, diz Guadagnoli. A escolha, porém, deve levar em consideração o perfil do investidor. O que não é um obstáculo, pois os grandes bancos dão esse tipo de consultoria. “Para tomar uma boa decisão, o cliente tem que entender o que precisa e o que quer para o futuro”, diz Gustavo Lendimuth, superintendente-executivo da HSBC Seguros.

img.jpgimg1.jpg