A semana

ONU sofre mais baixas em novo atentado na África

ONU sofre mais baixas  em novo atentado na África

As imagens de destruição no edifício da ONU em Abuja, capital da Nigéria, trazem à memória outros ataques a instalações da organização. Quem não se lembra, por exemplo, da explosão no hotel Canal, em Bagdá, onde morreu o diplomata brasileiro Sérgio Vieira de Mello? Desde que começou a operar missões de paz em 1948, as Nações Unidas já perderam 747 funcionários no exercício de suas funções. O novo ataque já deixou ao menos outros 18 mortos. O grupo extremista islâmico Boko Haram assumiu a autoria do atentado. A Nigéria é o país mais populoso da África e enfrenta diversas tensões políticas, econômicas, religiosas e territoriais.