A semana

Indenizada mulher que achou camisinha em molho de tomate

O pesadelo começou em 2008 quando uma vendedora da cidade gaúcha de Lajeado foi preparar o almoço para a famíllia. O vilão: uma inofensiva lata de molho de tomate. Após consumirem parte do molho, foi encontrada uma camisinha no fundo da lata. O mal-estar instaurou-se em um segundo. A vendedora (nome não revelado) decidiu então travar uma batalha judicial para conseguir que a Unilever, dona da marca do molho, arcasse com sua responsabilidade. A decisão da Justiça acaba de sair: a Unilever foi condenada por danos morais e indenizará
a família em R$ 10 mil.