Edição nº2492 15.09 Ver edições anteriores

Sem fronteiras

Criado para receber queixas de violência doméstica contra a mulher, o Ligue 180 ganhará o mundo

Violência
Sem fronteiras

BOE-01-IE.jpg

Criado para receber queixas de violência doméstica contra a mulher, o Ligue 180 ganhará o mundo. A partir de novembro, links começam a ser instalados em nossos consulados, direcionando chamadas feitas no Exterior para uma central no Brasil. A secretária de Políticas para as Mulheres, Iriny Lopes (foto), anuncia a novidade no dia 5, quando a Lei Maria da Penha completa cinco anos. Nesse período, a central fez 2 milhões de atendimentos.

Ciência
Novos focos

Uma das maiores empresas farmacêuticas do País, a União Química ampliará sua linha de medicamentos, para uso em homens e animais. Entre as novidades está a fabricação de substâncias tóxicas para os vetores de dengue e malária. Além disso será formado um rebanho com 200 cabras transgênicas, cujo leite com Lisozima será base de remédio destinado ao combate de diarreia em crianças no Semiárido e em países da África.

Energia
Pecado na estação

BOE-03-IE.jpg

Por falta de luz, o passeio ao Cristo Redentor de trem deixou de ser feito algumas vezes. A empresa que explora o serviço (Trem do Corcovado) levou a Light à Justiça porque passageiros ficaram a pé. Condenada, a ré recorreu da multa de R$ 20 mil. Nem Jesus Cristo crê em perdão da sentença, na semana que vem, quando a 19ª Câmara Cível do TJ-RJ analisará o caso sob a luz do relatório do desembargador Guaracy Vianna.

Cinema
Na América

“Lula, o filho do Brasil” vai ser exibido nos Estados Unidos, em seis salas, em setembro. No Exterior, o filme passou apenas na Argentina. Somados os públicos daqui e de lá, um milhão de pessoas pagaram ingresso para ver encenada a história do ex-presidente.

Economia
Ganho de ouro

O Banco do Brasil anuncia no dia 9, em São Paulo, os resultados de suas operações no segundo trimestre. Nada faz crer em um lucro inferior aos R$ 2,93 bilhões, do acumulado janeiro-março de 2011.

Dinheiro
Bolada

Difícil quem não tenha uma no bolso. Segundo o Banco Central, 4,2 bilhões de cédulas de real circulam diariamente nas mãos de brasileiros ou estão em depósitos à vista nos bancos. Número com tendência de alta, já que novembro e dezembro são meses de grande liquidez em função do 13º salário e outros benefícios pagos pelas empresas.

Jogos Militares
Fila no banheiro

BOE-02-IE.jpg

Os Jogos Mundiais Militares encerrados no domingo passado, no Rio de Janeiro, registraram um caso incomum de doping. Trinta brasileiros passaram mal com uma macarronada à bolonhesa oferecida pelo governo do Rio de Janeiro. Chamada às pressas, a Vigilância Sanitária identificou a origem do surto de gastroenterite: falta de higiene no preparo da comida. Que o episódio sirva de lição para os próximos eventos.

Literatura
Carandiru 2

BOE_04_IE-2176.jpg

Publicado em 1999, o livro “Estação Carandiru”, que vendeu milhares de exemplares e virou filme de Hector Babenco em 2003, vai ganhar uma nova versão. O médico Drauzio Varella, segundo se especula, trabalha firme na obra. A Cia das Letras mantém a sete chaves detalhes do projeto, que agora teria relatos sobre o que aconteceu com os personagens citados à época ou a seus familiares, no caso de o detento ter morrido.

Trabalhismo
É o herdeiro?

BOEC-05-IE-2177.jpg

Realizada entre 9 e 13 de julho pelo Vox Populi, com mil entrevistados, pesquisa apontou o deputado federal Paulo Pereira da Silva (PDT-SP) como o maior líder sindical brasileiro, com 27% de citação. Lula ficou em segundo (12%). O fato surpreende, mas tem explicação. Segundo Marcos Coimbra, diretor do instituto, a sondagem foi feita só em São Paulo, e os sindicalistas do ABC viraram políticos e a imagem de Lula é hoje bem maior que a de um líder trabalhista.

Índios
Crime na reserva

Um funcionário a serviço da Funasa está sendo denunciado pela aldeia ianomâmi de Kumixi, em Roraima, pelo estupro de uma índia de 14 anos. A menina engravidou. O caso foi comunicado à Policia Federal pelo índio Dario Kopenawa, um dos líderes da comunidade. Segundo ele, o agressor, Clerisvaldo Melo de Oliveira, assediou a vítima por meses até atacá-la. Nada aconteceu com ele até agora.

ONU
Humanidade

Com um enorme sorriso no rosto, o Alto Comissário da ONU para Refugiados chega ao Brasil nos próximos dias. O ex-primeiro ministro de Portugal Antonio Guterrez vem agradecer o governo pela forma como acolhe cidadãos nascidos em outros países.

Transportes
Naufragou

O tsunami no Ministério dos Transportes levou o Planalto a uma decisão nesta semana: não haverá mais investimentos na hidrovia do rio Tocantins. Com isso, o R$ 1,6 bilhão gasto na construção da eclusa de Tucuruí vai por água abaixo.

Orçamento
Como se faz

Se o preço da obra explodir, não será por desconhecimento. Um grupo de técnicos reunidos pela ABNT começou nesta quarta-feira 27, em São Paulo, a discutir regras para futura resolução sobre como se calcula o custo exato de uma construção – considerando variáveis diretas e indiretas. Várias entidades apoiam a iniciativa, como a Associação Nacional das Empresas de Obras Rodoviárias e o Instituto de Engenharia.

Medicina
Novos horizontes

Medicina do sono e da dor, medicina paliativa (para pacientes terminais) e medicina tropical. Eis as áreas de atuação que serão criadas no Brasil, a partir desta segunda-feira 1º, por resolução do Conselho Federal de Medicina (CFM).
As duas primeiras especializações surgem a partir de forte demanda e refletem o estresse dos dias atuais.

Governo
Empresa coelho

BOE-06-IE-2177.jpg

Na fiscalização que fez no Comprasnet, o sistema de compras do governo federal, uma irregularidade em especial chamou a atenção dos auditores do TCU. Uma empresa de construção civil ganhou 11 mil concorrências em dois anos. Assim que era declarada vencedora, abria mão do contrato a favor do segundo colocado – cujo preço em geral era 100% acima do mínimo fixado no pregão. Parece caso de polícia. E é.  


Mais posts

Ver mais

Copyright © 2017 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.