A semana

EUA defendem fronteiras palestinas

Os EUA mudaram o tom de sua política para o Oriente Médio. O presidente Barack Obama pediu que o Estado Palestino tenha como base as fronteiras de 1967 – as que existiam antes da Guerra dos Seis Dias, na qual Israel ocupou Jerusalém Oriental, Cisjordânia e a Faixa de Gaza. A fala de Obama é consequência das revoltas na Tunísia, Egito, Líbia, Bahrein e Síria. Resta saber se ele manterá sua posição após encontrar-se com o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, que já rejeitou o retorno das fronteiras.