A semana

Revista em criança revolta autoridades dos EUA

Revista em criança revolta autoridades dos EUA

Todo cidadão americano concorda: ser revistado nos aeroportos é vital para a segurança, mas. Todo cidadão americano também concorda: as revistas estão ficando cada vez mais invasivas fisicamente, contrariando princípios elementares garantidos pela constituição do país. Tal situação passou de todos os limites com a revista excessivamente detalhada de uma garotinha de 6 anos: uma agente do aeroporto de Nova Orleans passou, primeiro, as mãos por todo o corpo da menina, depois só nas costas e, em seguida, na cintura. Revistou-a ainda na parte da frente. Indignados, os pais, que haviam filmado o procedimento, colocaram as imagens na internet. Parlamentares e entidades de proteção ao direito das crianças nos EUA declararam-se “perplexos”. A Agência Nacional de Segurança em Aeroportos defendeu o modo de agir da agente e propôs uma revisão nas normas de revista para quem ofereça potencialmente pouco risco.