A semana

Aeronáutica abre arquivos da ditadura militar

Aeronáutica abre arquivos da ditadura militar

Mais de 50 mil documentos do Serviço de Inteligência da Aeronáutica, liberados para pesquisa no Arquivo Nacional na semana passada, revelam que os militares investigaram políticos, partidos e organizações de esquerda não só no período da ditadura, mas também nos governos dos ex-presidentes civis José Sarney, Fernando Collor e Itamar Franco. Os documentos foram produzidos pelo Centro de Informações e Segurança da Aeronáutica. Existem informações importantes sobre a Guerrilha do Araguaia e a formação dos grupos de luta armada que combateram a ditadura. Há, no entanto, verdadeiras obras de ficção dos arapongas. Uma delas relata suposto atentado de uma organização de esquerda do Chile ao ex-presidente Emílio Garrastazu Médici. Outro relato aponta um foco de jornalistas comunistas no jornal “O Globo”.