A semana

Jordânia exige retratação do Itamaraty por ofensa a sua rainha

A rainha Rania, da Jordânia, foi definida da seguinte forma pelo jornalista Caio Blinder, no programa “Manhatan Connection”, da Globo News, no domingo 10: “Politicamente, ela (Rania) e as outras piranhas são intragáveis. Todas têm uma fachada de modernização desses regimes, ou seja, não querem parecer que são realeza parasita nem mulher muçulmana submissa.” O episódio fez com que o embaixador da Jordânia no Brasil, Ramez Goussous, enviasse ao Itamaraty nota de repúdio exigindo retratação. Mais tarde, Blinder e o editor-executivo do programa, Lucas Mendes, pediram desculpas pelo ocorrido.