Em Cartaz

Adriana Calcanhotto cai no samba

Como é gaúcha e mora no Rio de Janeiro desde os anos 1980

Adriana Calcanhotto cai no samba

Ouça a faixa "Tão Chique":

 

 
 

 

chamada-musica2.jpg 

Como é gaúcha e mora no Rio de Janeiro desde os anos 1980, é natural que a cantora Adriana Calconhotto um dia fosse contaminada pelo “micróbio do samba” , como dizia o seu conterrâneo Lupicínio Rodrigues. Seu novo CD se chama justamente “O Micróbio do Samba” e vem inteiramente dedicado ao ritmo – mas à maneira de Adriana, que nunca foi afeita a ortodoxias musicais e gosta de promover misturas sonoras. Das 12 faixas, duas já eram conhecidas na voz de outras cantoras: “Vai Saber?” (Teresa Cristina e Marisa Monte) e “Beijo Sem” (Marisa Monte). Entre as inéditas, “Tão Chic”, mais puxada para o frevo, e “Já Reparô?” são exemplos do estilo cunhado pela compositora: o samba cool.

CD_adriana-calcanhotp.jpg