A semana

Aluno da USP esfaqueia colega no campus

Rafael Fortes e Fábio Nanni eram alunos do segundo ano de jornalismo na Escola de Comunicações e Artes da USP. Eram colegas de classe e moravam juntos numa república próxima à universidade. E, segundo seus colegas, eram muito amigos. Na quinta-feira 13 os dois teriam tido uma discussão e às nove da manhã da sexta-feira Fábio foi até a Rádio USP, onde Rafael estagiava. Após uma rápida conversa, Fábio desferiu golpes de faca no peito do amigo, que morreu no hospital da universidade. Preso, ele alegou desavenças pessoais – há quem diga que Fábio alimentava uma paixão não correspondida pelo colega. Segundo Márcia Furtado, assessora de imprensa da USP, Rafael é descrito pelos colegas como um rapaz “muito doce” e Fábio teria “temperamento instável e faria uso de antidepressivos”.