Medicina & Bem-estar

Cosméticos refrescantes

Com o objetivo de amenizar as altas temperaturas do verão, empresas lançam produtos que prometem sensação de frescor até nos lábios

Cosméticos refrescantes

img.jpg
ALÍVIO 
Alguns artigos são na forma de musse,
que contém água na formulação e é mais leve

 

A busca do bem-estar é um dos apelos mais sedutores da indústria de cosméticos. Neste verão, a novidade que sai dos laboratórios são os produtos que oferecem uma sensação refrescante ao serem aplicados sobre a pele. O efeito é obtido de duas maneiras. A primeira é a adição de plantas conhecidas por seu poder de transmitir frescor, como cânfora, eucalipto, hortelã, alecrim e verbena, a artigos para banho, hidratação e limpeza da cútis. Outro caminho é acrescentar substâncias químicas, a exemplo de pequenas quantidades de mentol, que é sintetizado a partir de um tipo especial de hortelã, a brava, encontrada apenas no leste do Himalaia e na Sibéria. Na opinião da médica Evani Araújo, professora de farmacobotânica no curso de Farmácia da Faculdade Pernambucana de Saúde, a estratégia faz sentido. “Sem dúvida, muitas plantas apresentam ação local ou indireta sobre a pele e ainda facilitam a penetração das outras substâncias ativas em um cosmético”, diz.

Há outra característica nesses cosméticos de verão. Para garantir a sensação de leveza que deve embalar o usuário, eles são oferecidos em texturas suaves. Em vez de cremes pesados, vêm no formato de gel, musses e sprays. “As versões na forma de musse, por exemplo, contêm água e são mais leves para os dias de calor do que os leites hidratantes”, diz a bioquímica Maya Maalouf, diretora de marketing da marca Anna Pegova.

O banho e o pós-banho são momentos estratégicos para explorar o aspecto refrescante. Por isso, é para esses momentos que está concentrada boa parte dos lançamentos. A Natura, por exemplo, investiu na mistura de uvas verdes e água de coco para criar a linha especial Tododia Verão, disponível até o final de fevereiro. São hidratantes para banho com enxágue e desodorante corporal para o pós-banho, desodorantes, sabonete em barra, creme esfoliante e hidratante para os pés. O Boticário apostou na combinação de eucalipto, alecrim e maçã nos sabonetes Acqua Frescor das Folhas e na deocolônia que leva o mesmo nome. A L’Occitane aproveitou o aroma relaxante da deliciosa verbena (cresce na região francesa da Provence) para criar a sua Mousse Verbena para Banho e o Ice Gel Verbena, que traz ainda óleos cítricos. A linha da Vyvedas, marca nova no País, oferece geleias esfoliantes para o corpo, creme para as mãos com filtro solar e hidratante corporal à base de litsea cubeba, nativa da Ásia e com efeito refrescante.

Na hora da limpeza facial, é possível recorrer às máscaras com ativos especiais. A Masque Purifiant Bio, da Anna Pegova, é indicada para as peles mistas ou oleosas, que em geral sofrem mais no calor. Ela é produzida com uma planta rara dos Alpes Suíços e leva também extratos de menta e lavanda. Há ainda a musse com chá verde e verbena e um gel relaxante para aliviar pernas inchadas feito com videira vermelha e óleo essencial de menta. Para arrematar os cuidados refrescantes, a Avon lançou os batons Cool Bliss, com 15% de água e extrato de hortelã na fórmula. Em cinco tonalidades, eles têm o cheiro gostoso da hortelã, sabor levemente adocicado e dão sensação geladinha nos lábios.

G_Plantas.jpg