Medicina & Bem-estar

Acupuntura para a beleza

A técnica faz sucesso no tratamento de rugas, olheiras, estrias e celulite

Acupuntura para a beleza

ESTÍMULO As agulhas ajudariam a aumentar a produção de colágeno (Divulgação)

acupuntura_01.jpg

Depois de se consagrar como importante terapia complementar contra várias doenças, a acupuntura conquista espaço na medicina estética. As agulhas estão sendo usadas para tratar acne, rugas, manchas e problemas mais complexos como celulite, estrias e flacidez. Clínicas de beleza e spas já incluíram a técnica em seus serviços.

Um deles é o Espaço Evoé, em São Paulo, onde é possível se submeter a sessões de acupuntura facial. O objetivo é atenuar rugas, flacidez, olheiras ou evitar o surgimento de espinhas. O tratamento, feito em dez a 15 sessões, é um dos mais procurados. "Além de suavizar as linhas de expressão, a acupuntura também ajuda a harmonizar todo o organismo", afirma Lucia Kawakami, do estabelecimento paulista.

A grande demanda pelas agulhas a serviço da beleza motivou especialis tas da Universidade Federal de São Paulo a ampliar o atendimento que fazia na área. Recentemente, o ambulatório de acupuntura estética da instituição foi reestruturado com essa finalidade.

Hoje, por dia são atendidas pelo menos 30 pessoas, mas há uma fila de espera que pode chegar a oito meses. Nos estudos realizados na universidade, o método se mostra eficaz. "No tratamento de rugas, há melhora em 90% dos casos", garante a médica Maria Assunta Nakano, chefe do serviço. "E tivemos bons resultados com celulite, flacidez e gordura localizada", assegura a especialista.

Uma ferramenta fundamental para a obtenção desses resultados, segundo a médica, foi a incorporação da eletroacupuntura – técnica indicada convencionalmente contra a dor. "Imaginamos que se ela ajudava a desfazer nódulos musculares também poderia causar o mesmo efeito em nódulos de gordura", explica Maria Assunta.

Nessa versão da acupuntura, as agulhas recebem sinais elétricos disparados por um aparelho e os transferem para pontos específicos do corpo. "Isso provoca reações bioquímicas importantes para o organismo", diz a médica. No caso das estrias, a estimulação favoreceria a produção de colágeno, fibra que dá sustentação à pele. Sua aplicação também reduziu o tempo do tratamento. A celulite mais leve, por exemplo, é tratada em apenas seis sessões.

O uso da técnica na área da beleza, porém, não é consenso entre os especialistas. Boa parte dos médicos reconhece os efeitos da acupuntura para a saúde e eficácia em situações específicas, já comprovadas pela ciência. Para a estética, no entanto, eles ponderam que ainda não há o que se poderia chamar de sólida literatura científica que comprove os benefícios. Além disso, há o argumento de que a acupuntura poderia ser, sim, um recurso, mas adicional. "É uma proposta interessante", diz a dermatologista Karla Assef, do Rio de Janeiro. "Não acho que deva ser usada sozinha, mas como terapia coadjuvante."

acupuntura_02.jpg