A semana

TOMA-LÁ-DÁ-CÁ

TOMA-LÁ-DÁ-CÁ

DEPUTADO JOÃO CAMPOS (PSDB-GO), da Frente Parlamentar Evangélica 
ISTOÉ – A carta de Dilma Rousseff resolve a polêmica religiosa?
Campos – De forma alguma. Bastaria o presidente Lula revogar o decreto que consolidou o Plano Nacional de Direitos Humanos, que contém as diretrizes do PT sobre aborto e casamento gay.
ISTOÉ – A Igreja têm infl uência sobre o voto de seus fiéis?
Campos – Dilma e Lula têm tanta consciência disso que há duas semanas tentam negociar com as igrejas. Sabem que o segmento religioso tem peso.
ISTOÉ – O sr. apoia as manifestações públicas de bispos contra candidatos?
Campos – Entendo que bispos e pastores não devem fala contra os candidatos, mas sobre temas. As igrejas não devem ter vínculos partidários.